Guarda Noturno Madeira

Paulo Alves - Zona 2, Sé / S. Pedro

Carta aos contribuintes

Eu, guarda noturno Paulo Alves, venho por este meio esclarecer mais uma vez os meus contribuintes em particular e não só, que durante o meu turno habitual, há uma série de fatores que podem ocorrer tais, como intervenções para dar apoio a algum contribuinte, evitar furtos, avarias de viatura do guarda noturno, apoio à própria Policia de Segurança Pública, entre muitas outras situações.

Mas, e no que a mim diz respeito, todas estas situações que podem surgir no decorrer do serviço são relatadas em primeiro lugar ao graduado de serviço da esquadra, e posteriormente e para que não haja qualquer dúvida durante o próprio dia envio também um relatório do sucedido ao comandante da esquadra.

Devo no entanto relembrar e falando na minha zona em concreto (zona 2) e dos meus contribuintes, que todo o serviço que faço na minha zona independentemente das situações que possam ocorrer é monitorizado e acompanhado por mais de uma centena de camaras de videovigilância. Como tal, é fácil para os meus contribuintes constatarem todos os dias ou quase todos os dias (exceto férias e folgas) a que horas é que as respetivas rondas foram efetuadas, sendo para mim este fator uma mais-valia para o meu serviço e uma garantia para os meus contribuintes de que as rondas são efetuadas conforme o acordado.

Não sei se nas restantes zonas o serviço é efetuado nestes moldes, certo é que são cada vez mais os exemplos que tenho na minha zona, de contribuintes meus que acabam por abrir negócios noutras zonas e por razões que só os próprios podem responder não chegam aderir ao serviço do guarda noturno nessas zonas.

O exemplo mais flagrante que tenho é o fato de ter pelo menos dois contribuintes da minha zona (2) que desde o inicio aderiram ao serviço de guarda noturno, e por conseguinte acabaram por abrir mais dois espaços comerciais desta feita na zona 1 e por razões que só os próprios o podem explicar nunca chegaram a aderir ao serviço do guarda noturno da zona em questão (zona 1).

Estou cada vez mais convencido que o esforço e o empenho que tenho dado a esta profissão compensa e os retornos estão á vista, e acho que para quem tem intenções de permanecer nesta atividade profissional por mais alguns largos anos deveria seguir o exemplo, e não passar o tempo a pensar em manobras ou estratégias para prejudicar ou difamar o guarda noturno Paulo Alves, por não ter o mesmo sucesso profissional, traduzido no número de contribuintes que tem.

Outro fator que tenho e devo esclarecer que sempre que haja ou se houver algum dia abertura de concurso para  guardas noturnos seja em que Municipio for tem que ser publicado o edital num meio de comunicação social da região (Jornal da Madeira ou Diário de Noticias).

Caso tal não aconteça, como até á presente data nada foi publicado, tudo o que se possa dizer não passa de boatos e rumores sem qualquer fundamento ou veracidade.

Seria excelente, se nos Municipios que ainda não abriram concurso, tal fosse uma realidade, até lá resta esperar para que um dia tal seja possível concretizar.

 

Mensagem aos contribuintes

Apesar de desde o dia 18 do passado mês de dezembro estar a fazer as zonas 1 e 2, por motivos de férias do meu colega da zona 1, Sr. Elvis Abreu, é com agrado, algum orgulho e até alguma  satisfação que lhes posso transmitir que embora tenha estado a fazer patrulhamento/ronda num número muito superior de contribuintes ao que habitualmente faço, quando trabalho só na minha zona (2), nada de anormal se passou ao nível dos meus contribuintes nem  com os contribuintes do meu colega.

Para mim é com agrado que vos transmito esta situação, dada a quadra festiva que acabamos de passar, e dada a quantidade de gente que havia na rua e a possibilidade de poder haver algum episódio menos agradável ser elevada. Não falo só dos furtos mas também, por exemplo e infelizmente nestas alturas, do próprio vandalismo gratuito que muitas vezes se assiste nestas noites em que se cometem alguns excessos.

Para que tal fosse possível também tenho que referir o fulcral apoio da Polícia de Segurança Pública durante estes 18 dias em que estive a fazer as duas zonas, apoio esse que cada vez mais, tem sido uma realidade, ano apôs ano, desde que iniciamos funções aqui no concelho do Funchal.

Penso que só assim, trabalhando em conjunto e para o mesmo fim, ou seja, garantir aos cidadãos um clima de segurança, é que se consegue atingir tal objetivo.

A todos, e porque só agora tive oportunidade de o fazer, desejo um excelente ano de 2016.

Carta aos contribuintes

Venho por este meio voltar a relembrar que o trabalho de guarda noturno tem três vertentes: a fase da angariação, a fase do serviço propriamente dito e a fase das cobranças. É sempre o guarda noturno da zona que tem de executar estas três fases.

A dedicação e o empenho nesta profissão com em qualquer outra são fundamentais, tanto mais que trabalhamos por conta própria, cada um de nós, e cada um tem que gerir da melhor forma a sua “carteira”. Quem mais se dedica mais e melhores resultados tem e é normal que assim seja.

O que já não é tão aceitável é que surjam boatos e rumores de quem por ventura gostaria de ter provavelmente uma maior ou melhor carteira de contribuintes/clientes e que por uma ou razão outra tem mais dificuldade em garantir tal situação.

No meu caso particular, estou plenamente satisfeito com a zona (zona 2) onde desempenho esta atividade de guarda noturno desde 2011, e com a recetividade que tenho e continuo a ter nas sucessivas adesões ao meu serviço de guarda noturno que felizmente continuam a acontecer.

 Que só demonstra confiança neste projeto e no guarda noturno em questão (eu próprio).

Como já fiz referência em anteriores cartas desta natureza não tenho nem nunca tive nenhum problema de visão nem de qualquer outra espécie, e penso que as centenas de mensagens que envio todos os meses aos meus contribuintes o podem facilmente comprovar.

O único problema que tenho sofrido na pele é talvez um pouco de inveja ou algo parecido e nada mais.

Outra forma de comprovar é ir ao site  www.gnmadeira.com, onde constam todas ou pelos menos grande parte das situações que vou encontrando ao longo da noite durante os dias em que estou de serviço.

Atenção a estas situações!!

Caros contribuintes,

chamo novamente a atenção para estas situações:

3 dezembro 2015 - 4:33am 9 dezembro 2015 - 3:43am 10 dezembro 2015 - 3:08am
16 novembro - 2:54am 28 novembro - 3:59am 27 novembro - 3:35am
19 novembro - 4:10am 20 novembro - 3:26am 20 novembro - 4:26am
4 novembro 2015 - 0:53am 11 novembro 2015 - 1:55am 8 novembro 2015 - 1:20am
31 de outubro 2015 - 3:07am 23 outubro 2015 - 3:05am 23 outubro 2015 - 4:49am
7 outubro 2015 - 3:34am 20 outubro 2015 - 1:47am 24 setembro 2015 - 5:20am
26 setembro 2015 - 3:18am 14 outubro 2015 - 3:09am 17 outubro 2015 - 2:08am

19 agosto 2015 - 04:10am

 

10 agosto 2015 - 03:05am

 

12 agosto 2015 - 00:27am

 

18 agosto 2015 - 05:23am

 

15 agosto 2015 - 03:32am

 

17 agosto 2015 - 02:20am

 

19 agosto 2015 - 04:56am

 

19 agosto 2015 - 03:57am

 

22 agosto 2015 - 04:30am

 

 

Esclarecimento à notícia “Guardas Noturnos receiam morte da profissão “

Dada a situação de intranquilidade gerada nos meus contribuintes e calculo que na população em geral, no seguimento da reportagem do dia 13 de Julho do Diário  de Noticias cujo título era “Guardas Noturnos receiam morte da profissão “, devo dizer que de facto no passado dia 1 de Julho foi aprovado um projeto de lei (n775/XII 4º), que visa estabelecer um novo regime jurídico para a função de guarda noturno, que veio introduzir algumas alterações á nosso desempenho das funções sem que, na minha opinião, seja motivo para colocar em causa a continuidade da mesma.

O que deve ser feito, na minha opinião como guarda noturno, é ressalvar as vantagens do nosso serviço (guarda noturno), na relação de confiança/proximidade que estabelecemos com os nossos contribuintes dado que somos sempre o mesmo guarda noturno a efetuar serviço naquela zona (tirando os dias de folga e férias é claro), o facto de estarmos confinados a uma zona também tem vantagens, ou seja perante um disparo de alarme a resposta é mais rápida e eficaz, dado que e ao contrário do que muitas vezes acontece com as tradicionais empresas de vigilância temos um vigilante designado por rondista para percorrer toda a ilha no período noturno ou no máximo dois vigilantes para toda a ilha .

Quero tranquilizar os meus contribuintes que não prevejo que este projeto (guardas noturnos) tão cedo acabe a não ser se não houver contribuintes a aderir aos nosso serviços, isso sim poderia por em causa a continuidade da profissão mas pelo que sei, falando por mim e não só, penso que a confiança que as pessoas têm depositado em mim e nos meus colegas traduzem o sucesso que tem sido este projeto. A continuar assim com maior ou menor dificuldade com mais ou menos equipamento, a tendência será sempre para manter o respetivo serviço

E para quem gosta desta profissão de facto como é o meu caso e penso que o da maioria dos meus colegas continuaremos a trabalhar dentro das novas normas mas plenamente conscientes que o nosso trabalho é reconhecido por toda a população em geral contribuintes ou não e demais entidades.

Carta aos contribuintes

Caros contribuintes,

Apesar de em termos pessoais e desde o ano passado, mais precisamente desde finais de Agosto do ano passado, ter sofrido pelo menos três perdas importantes na minha vida pessoal (namorada , amigo de Faculdade, e agora mais recentemente familiar/primo), tenho conseguido superar todas estas situações o que não será alheio a dedicação, o gosto e empenho por esta profissão de guarda noturno.

O que me deixa triste é o facto de continuar a sentir algum sentimento de inveja por parte de meia dúzia de pessoas, que criam, inventam e divulgam falsas informações a meu respeito e a respeito da minha pessoa e até do meu estado físico, e não só.

Para que fique claro, e penso que as dezenas de mensagens que envio mensalmente aos meus contribuintes tal indicam, nunca estive nem estou doente, não tenho nem nunca tive problemas nem de visão nem de qualquer outra natureza física  e os meus únicos dois vícios são café (já foi mais) e o trabalho, quem afirmar o contrário terá que o comprovar.

Gostava de pedir, aos meus contribuintes em particular e á população em geral,  tal como já o fiz no passado recente, para que caso aconteça presenciarem conversas cujo tema seja o guarda noturno Paulo Alves, que pelo seu conteúdo possam por a minha imagem pessoal e profissional em causa que denunciem a mim de imediato as mesmas, local e nome das pessoas envolvidas (independemente de quem seja) de modo a poder usar todos os meios legais previstos para responsabilizar quem tais afirmações produz.

Não sei se será pelo fato de trabalhar numa zona (Zona 2) que muita gente afirma como sendo a mais rentável,  o que é certo é que se tenho a “carteira” de contribuintes que tenho isso deve-se, na minha opinião, não há zona em si mas ao trabalho que faço quer durante as horas de serviço quer durante as tardes no acompanhamento que dou aos meus contribuintes, ou seja com  muito empenho e dedicação tudo se consegue.

Volto a pedir a quem tenha conhecimento de tais situações que o transmita a mim diretamente no mais curto espaço de tempo para poder assim responsabilizar judicialmente quem tais atos pratica.

Podem fazê-lo por telefone (927254576) ou por correio electrónico (Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.).

Estas situações só me vêm dar mais força e convição de que o trabalho que tenho vindo a desenvolver nesta área desde o inicio deste projeto (guarda noturno) tem sido bem efetuado, caso contrário não causaria tanto incómodo, dando-me mais força e motivação para continuar.

Visitantes

505946
Foto 2011
Foto 2021

Contatos

Paulo Alves
Guarda Noturno
Madeira Portugal
Mobile: 927 254 576
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
www.gnmadeira.com

Parceiros